Vereador Vadinho cobra providências e faz críticas à Prefeitura por falta de investimento na saúde

Vereador fez um balanço sobre várias áreas da administração municipal

20/12/2018

Durante a 44ª Sessão Ordinária, realizada na última segunda-feira (17), o vereador Edvaldo Lucio Abel “Vadinho” (PSDB) fez um pronunciamento sobre a situação da saúde de Ourinhos e também das ações do governo municipal.

“Acredito que fazendo meu trabalho como oposição, estou ajudando o prefeito Lucas Pocay. Em muitas situações colocamos o dedo na ferida, mas não podemos tapar o sol com a peneira. Acredito que os trabalhos na Câmara começaram em 2017 de uma forma e estão terminando 2018 de outra e eu também cresci muito nesses dois anos”, ressaltou o vereador.

Vadinho falou sobre a equipe de governo e alguns fatos que aconteceram. “Imaginava que o Prefeito depois de eleito tivesse uma equipe técnica ao seu lado e isso não aconteceu. A grande maioria dos secretários não têm a experiência necessária. O Prefeito soube escolher seus cargos? Não. A maioria não tem a mínima condição de estar onde está e isso está prejudicando muito a administração. Primeiro, o Prefeito trouxe Secretários de fora e ao meu entender não confiou nos ourinhenses, achou que não tinham capacidade e essas pessoas de foram trazidas não conheciam a nossa cidade. Fez trocas? Sim, porque escolheu mau e ficarão fatos marcados na história de Ourinhos, como na cultura. Trouxeram um Secretário que veio com a intenção de acabar com a Secretaria de Cultura, até a escola municipal de bailado foi perseguida, tentaram arrebentá-la, mas ela é muito grande, as pessoas são muito capacitadas, reconhecidas em todo o Estado e até mesmo no país”.

O vereador fez críticas em relação à área da saúde. “Observamos que muitas promessas foram feitas em palanque. Por exemplo, a área da saúde piorou muito em Ourinhos porque não existem pessoas capacitadas e com a experiência necessária na área. Observamos o número de pessoas que aguardam consulta de especialidade, são 10 mil pessoas porque não foram contratados médicos. Muitas vezes uso a palavra aqui na Câmara e repito: não podemos fazer festa com tantas pessoas sofrendo, não podemos gastar mais de R$500 mil com arena cross sabendo que pessoas não conseguem fazer ressonância, colonoscopia, tomografia. São 7 mil pessoas que estão aguardando exames”.

 

O número de inquéritos abertos pelo Ministério Público também foi tema do pronunciamento. “Gostaria que cada vereador fosse no Fórum para verificar quantos inquéritos estão abertos contra essa administração municipal. Isso nunca aconteceu na história de Ourinhos e temos mais denúncias que vamos colocar no início do ano”.

Vadinho finalizou falando sobre a falta de água e apoio político de Deputados. “Fui crítico do Governo Belkis em muitos aspectos, mas preciso falar que estou sentindo falta do Haroldo Maranho da SAE. Na época, convoquei ele para dar explicações para a Câmara sobre a falta de água e nessa gestão não me deixaram fazer isso. Precisamos ouvir a nossa população. Atravessamos aqui dias difíceis nas gestões anteriores, mas a história que existe não pode ser negada. Os Deputados que apoiei, Capitão Augusto Deputado Federal e Mauro Bragato Deputado Estadual estão eleitos e agora vamos ver se o prefeito terá a humildade para aceitar a ajuda dos deputados”.