Vereador Alexandre Zóio ressalta trabalho da AABiP e denuncia descaso da Prefeitura com a entidade

Vereador Alexandre Zóio ressalta trabalho da AABiP e denuncia descaso da Prefeitura com a entidade

05/08/2015

O importante trabalho realizado pela Associação Amigos da Biblioteca Pública de Ourinhos (AABiP) foi destacado por meio de Moção de Congratulação de autoria do vereador Alexandre Araújo Dauage “Alexandre Zóio” (PRB). O vereador relatou durante a 25ª Sessão Ordinária, realizada no dia 03, que um projeto da associação foi selecionado para ser apresentado em uma conferência de arte-educação nos Estados Unidos.

“Uma experiência em arte-educação realizada pela AABiP em Ourinhos, o projeto Ponto de Cultura Par Ler o Mundo, foi selecionada para participar da conferência em Nova Iorque. O projeto relatado nos Estados Unidos foi fruto de atividades realizadas em 2012, foram oficinas em escolas públicas e sedes de associações de bairros. Na realidade, o Ponto de Cultura desenvolveu atividades de 2009 a 2012 e foi financiado pelo Ministério da Cultura. O objetivo era criar situações que levassem as crianças a discutir e refletir sobre a realidade que estavam inseridas. Foi uma grande oportunidade para que centenas de crianças tivessem contato com as linguagens artísticas. O trabalho no Ponto de Cultura foi coordenado pelo jornalista e arte-educador Valdir Grandini e segundo Rogério Singolani, presidente da AABiP, a participação na conferência evidencia a seriedade do projeto”, contou o vereador.

Zóio denunciou o descaso da Prefeitura com a entidade. “Temos que dar crédito à AABiP, que sempre fez um excelente trabalho. Esse ano a Prefeitura deixou de estabelecer convênio com a entidade, que presta esse serviço de utilidade pública. É muito triste perceber a falta de incentivo à leitura e cultura no nosso município. Outra coisa que fiquei sabendo essa semana é que além de ter perdido o convênio, a AABiP também está sendo convidada a se retirar da sede da Biblioteca, que está sendo remanejada para outro local, que não cabe a entidade”.

O vereador cobrou atitude do Poder Executivo para resolver o caso. “Até o momento, a Prefeitura não manifestou interesse em disponibilizar local para a AABiP continuar prestando seus serviços. É uma pena e uma grande perda para a população. Todos os dias, cerca de 300 pessoas utilizavam o espaço da AABiP realizando oficinas, utilizando a Internet gratuitamente, entre outras atividades. Espero que a Prefeitura possa sanar esse problema, pois a associação faz um trabalho exemplar”, finalizou.