Vadinho reitera pedido de abertura de CPI para investigar falta d'água e as contas da SAE com valores absurdos

O parlamentar ressaltou que faltam somente duas assinaturas

12/02/2019

A nossa população não aguenta mais tanta humilhação”. Foi assim que o vereador Edvaldo Lúcio Abel “Vadinho” (PSDB) iniciou seu pronunciamento na 2ª Sessão Ordinária, realizada na noite de ontem, 11 de fevereiro.

O parlamentar estava se referindo à falta de água. “É preciso que o Legislativo tome providência, somos banhados por três rios, nunca tivemos falta de água assim e quem comanda a SAE é uma pessoa que veio de outro município e não conhece a nossa cidade”, disse.

Vadinho ressaltou que as pessoas estão pedindo socorro nas redes sociais e leu uma série de postagens de munícipes reclamando dos valores das contas de água. “São valores absurdos, como uma conta de R$ 70 vai para R$ 2 mil, se não tem água. Pessoas humildes que pagavam R$ 50 receberam a conta com valor de R$ 150. É dinheiro que falta pra comprar pão, leite, remédios. Especialistas no assunto que consultamos confirmam: ar em canos faz a conta de água subir. Temos que abrir a CPI, peço para os vereadores que nos ajudem, faltam somente duas assinaturas”.

O vereador enfatizou que o pedido de abertura de CPI não é politicagem. “Não vou aceitar que falem que estamos fazendo politicagem, a população também não aceita mais essa situação. Quero contar que fomos pra São Paulo e com a ajuda do Deputado Estadual Mauro Bragato fizemos pedidos para que o Governo do Estado libere recursos para construção de poços profundos para os bairros onde está faltando água. Mais uma vez, o Deputado Mauro Bragato está abrindo as portas para nos ajudar nesse e em outros pedidos”, finalizou.