Câmara concede 9,5 por cento de reajuste salarial para os servidores efetivos

Câmara concede 9,5 por cento de reajuste salarial para os servidores efetivos

01/04/2016

Vereadores e assessores não tiveram reajuste

 

 

Na contramão da maioria das Câmaras e Prefeituras e graças a políticas eficientes de gestão e planejamento, o Poder Legislativo de Ourinhos concedeu 9,5% de reajuste salarial para os servidores efetivos.

 

“Valorizamos nossos servidores e sabemos que eles merecem um reajuste digno. O Brasil está passando por um momento de crise econômica, com inflação alta e não podemos deixar que os servidores sofram ainda mais. Assumi a Presidência da Câmara no ano passado e sempre busquei realizar uma gestão transparente, eficiente e com valorização do dinheiro público, tanto é que em 2015 devolvemos R$2 milhões para a Prefeitura”, destacou o Presidente Roberto Tasca (PR).

 

 

Ainda objetivando economia, o subsídio dos vereadores e os salários dos assessores não tiveram reajuste. “Gostaria de parabenizar todos os vereadores que aprovaram e apoiaram o projeto. Realizamos uma iniciativa inédita e isso mostra que a Câmara de Ourinhos tem grande preocupação com a administração dos recursos. Esta Casa está de parabéns”, finalizou Tasca.