Câmara aponta soluções para os problemas na área da Saúde

Câmara aponta soluções para os problemas na área da Saúde

22/01/2013

 

A saúde continua sendo um dos principais problemas apontados pela população ourinhense. O tema já é alvo de reivindicações na Câmara Municipal de Ourinhos há anos. Em recente entrevista concedida a imprensa, o secretário da saúde, André Mello, falou sobre os problemas levantados pelo Poder Legislativo Municipal, como: a falta de médicos e equipamentos nos postos de saúde, falta de integração no sistema e a implantação de um serviço de agendamento de consultas mais eficiente, como o Disk Saúde.

O presidente da Câmara, Lucas Pocay (PTB), mostrou-se satisfeito com o fato do secretário estar ouvindo e procurando colocar em prática os apontamentos feitos pelo Poder Legislativo no setor.

“Fiquei contente com a vontade do novo secretário da Saúde. Ele tem escutado todos os vereadores, e tem demonstrado que pretende colocar em prática o que levantamos há muitos anos como soluções para os problemas da saúde em Ourinhos. A saúde não pode ser adiada, as consultas, os exames e as cirurgias devem sempre ser priorizados. Só quem precisa sabe da angústia de ficar esperando a solução de seus problemas”, destacou Lucas.

Para os vereadores, a saúde só vai melhorar, quando o atendimento nos postos for mais eficaz. “É preciso que a população encontre no posto mais próximo à sua residência o primeiro atendimento, feito por um profissional da área, juntamente com toda a estrutura necessária para os primeiros exames e medicações”, explicou Pocay representando o Poder Legislativo.

 

Contratação de médicos e integração do sistema - A necessidade de integrar toda a Rede de Saúde com um sistema informatizado é mostrada há anos pelos vereadores. Em sua entrevista, André Mello demonstrou entender a importância dessa integração, e afirmou que vai colocá-la em prática.

“Um prontuário eletrônico de cada paciente, facilitará e agilizará o serviço do médico quando esse usuário procurar a Rede Municipal de Saúde. Outra questão importante é voltar com o Disk Saúde, serviço de agendamento de consulta por telefone, que já funcionou em Ourinhos no passado e acabou com as filas nos postos”, lembrou o presidente da Câmara.

Lucas Pocay finalizou, afirmando que a contratação de médicos é um problema grave, mas de simples resolução na saúde. “É um problema matemático, que se soluciona com calculadora e um caixa administrado com responsabilidade. O médico precisa ganhar mais para poder ter ânimo em trabalhar. O que não pode é a população ficar sem médico, porque a prefeitura não paga um salário compensador para o profissional”.